6 motivos para conhecer a região de Monte Belo do Sul na Serra Gaúcha

6 motivos para conhecer a região de Monte Belo do Sul na Serra Gaúcha

Um verdadeiro cartão postal em meio à Serra Gaúcha: é assim que Monte Belo do Sul encanta com suas paisagens, sua rica história e sua tranquilidade interiorana. Localizada a uma altitude de 618 metros acima do nível do mar, Monte Belo é uma cidade jovem e antiga ao mesmo tempo. Jovem, porque se emancipou em 1992, e antiga, porque sua história vem dos tempos da imigração italiana, há mais de um século. Veja abaixo algumas razões que fazem desse um lugar tão especial.

Um refúgio no interior do interior:

Monte Belo do Sul certamente é um refúgio para quem prefere escapar do fervo turístico da região dos vinhedos. A cidade acaba não fazendo parte da rota mais tradicional de quem vem a passeio pela serra. Mas, quem encontra essa joia não se arrepende: a experiência de conhecer Monte Belo é uma grata surpresa de cenários exuberantes, circundados por colinas, parreirais, vales e afluentes do famoso Rio das Antas.

História e tradição:

A cidade mantém firmemente a história e tradição dos imigrantes italianos, que chegaram à região entre o final do século XIX e início do século XX. Foram 416 famílias provenientes de Udine, Mantova, Cremona, Veneza, Vicenza, Treviso, Bérgamo, Modena e Belluno. Basta adentrar o município e é possível ver essa história escrita nas ruas, na arquitetura, no jeito simples e acolhedor das pessoas, na gastronomia e na própria produção vinícola.

Praça e Igreja da Matriz

De longe, é possível avistar as torres da Igreja da Matriz de Monte Belo do Sul. A construção se destaca em meio às casas que geralmente não passam dos dois andares. É na praça da Matriz que os eventos da cidade geralmente acontecem, além de ser o local onde os moradores costumam se encontrar para curtir um dia ensolarado e tomar um chimarrão.

Gastronomia:

Uma bela herança italiana, que não pode ficar de fora em um passeio pela cidade, é a gastronomia. Na cidade é possível encontrar diversos restaurantes e cafés tradicionais. Uma iguaria imperdível é a polenta, alimento que inclusive é celebrado em um evento tradicional chamado Polentaço, que acontece a cada dois anos. A festividade conta com exposições culturais, shows, concurso de esculturas feitas de polenta e o tombo de uma polenta gigante.

Maior produção de uvas per capita da América Latina:

Monte Belo é uma cidade pequena, com cerca de 2.500 habitantes, e grande parte deles vive da viticultura. É por isso que o município é detentor do título de maior produtor de uvas per capita da América Latina. Isso mesmo! Ao todo, são 2.270 hectares de parreirais. A maioria dos cultivos são destinadas à vinificação, alguns produzem em vinícolas familiares, já outros vendem os frutos a empresas maiores do ramo. O enoturismo é uma modalidade que vem crescendo no município. Aqui é possível ter agradáveis experiências nas vinícolas, degustar vinhos autênticos da região e até mesmo aproveitar a festa da Vindima, que ocorre nos meses de janeiro a março.

É a casa da Faccin

Monte Belo do Sul é a casa de diversas vinícolas familiares, que têm suas raízes na história do município. Entre elas está a Faccin Vinhos, localizada desde 1936 na Linha Armênio Baixa. Para nos visitar, basta conhecer a aba experiências e realizar seu agendamento!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DESENVOLVIDO POR ATRIA DESIGN STUDIO